Para o sucesso é necessário motivos, para o fracasso: desculpas.

O sucesso é as boas coisas que você deseja e persegue

Sucesso ou fracasso é uma escolha. O que pessoas bem sucedidas tem de diferente das que não são? Seria o nível de estudo? O acesso a tecnologia? O local onde vivem? As pessoas que se relacionam?

sucesso em vendas depende de comprometimento e decisão de firme propósito e comprometimento com o motivos de realização.

Aqueles que sempre encontram uma desculpa para os problemas se tornaram especialistas em livrar-se de responsabilidades.

Muitas são as variáveis que compõem o fator sucesso e fracasso pessoal. Porém em uma área comum e percebida em ambos perfis é que pessoas bem sucedidas não são boas em encontrar desculpas.

Uma desculpa é uma justificativa para fazer ou não fazer algo. O dicionário a explica como um motivo.

Mas existe uma diferença muito grande entre uma desculpa e um motivo.

E essa diferença está na forma em que é endossada a responsabilidade daquilo que direciona as suas ações, ou a falta delas. Por exemplo, digamos que a sua desculpa para não vender um produto de grande valor, seja que as pessoas não têm dinheiro para comprá-lo.

Esse não é de fato o motivo pelo qual você não vende.

O motivo é que lhe falta visão, habilidade e conhecimento para conseguir encontrar, conquistar e convencer pessoas que estejam dispostas a comprar.

Opa! Doeu!? Desculpa!

As desculpas nunca são motivo por aquilo que você fez ou deixou de fazer. Trata-se apenas de uma revisão dos fatos que você inventa para se sentir melhor em relação o que acontece ou não.

Inventar desculpas não altera a sua situação.

A sua situação só altera quando você assume a responsabilidade de analisar o motivo real das coisas.

Pessoas que se recusam a se responsabilizar por suas vidas e ocorrências são especialistas em criar desculpas.

Vítimas, escravos, miseráveis e sofredores são mestres em inventar desculpas. E essa mentalidade os condena a ficar com as sobras dos outros.

Desculpas nunca melhoram sua situação.

Revolte-se contra as suas desculpas. Certamente você deve ter uma centena delas, algumas dessas abaixo lhe soa familiar?

– Não tenho tempo, não tenho dinheiro, não tenho família, tenho família, estou doente, tem alguém doente, estou desempregado, estou trabalhando demais, está frio demais, está calor demais, o governo não colabora, não tive oportunidade, não tive chances, estudei pouco, não tenho experiência, minha idade não ajuda, o transito não ajudou, as pessoas não colaboraram, alguém me prejudicou, os preços são o problema, mudaram de ideia, não querem mais, cancelaram, aprovaram uma nova medida, não entregaram, cancelaram,… etc.

Eu poderia ficar o dia todo escrevendo os mais diferentes tipos de desculpa, mas não existe coisa mais irritante que confundir motivos reais com desculpas.

As pessoas usam as desculpas para dar um sentido de uma nova realidade. E nada disso irá direcioná-las a uma situação melhor.

O fato do “cliente não ter dinheiro”, não ajuda você fechar um negócio.

O fato de “não ter boa sorte”, não vai melhorar suas condições de vida ou mudar a sua “sorte”.

A partir do momento em que você assume as desculpas, está garantindo que as coisas continuem a dar errado.

Nada acontece com você. Acontece por causa de você.

Desculpas são componentes que lhe livram da responsabilidade. E isso embora possa se confortante, não muda a sua situação. Nenhuma desculpa pode, ou vai lhe dar sucesso.

Pessoas de pouca responsabilidade expressam claramente um sentido de auto piedade e uma série de desculpas.

Começar a encontrar o real motivo, e não as desculpas, muda totalmente a sua atitude mental.

“Ele não comprou porque o banco negou o empréstimo”. Isso é uma desculpa.

O motivo real: “Estou procurando por clientes cuja a condição financeira não condiz com o valor daquilo que eu vendo”.

Desculpa: “O meu concorrente consegue fazer um preço mais baixo porque não trabalha com produtos a pronta entrega”.

Motivo: “O meu concorrente sabe e faz algo que eu não sei e não faço, por issoo  seu preço é menor”.

Encontrar motivos é uma atitude rara.

A qualidade de ser raro é o que torna algo valioso. Tudo que existe demais tem pouco valor.

As desculpas são um exemplo de item que as pessoas parecem ter em grande estoque.

Sem mais desculpas. Seja o motivo para o seu sucesso.

 

Cláudio Luvizzotti

Palestrante de Vendas

Sobre o Autor Luvizzotti

Palestrante de Vendas, autor e treinador especialista em otimização de resultados de vendas há 17 anos. Com mais de 250.000 participantes, centenas de empresas em mais de mil eventos realizados.
Autor de diversos DVDs de treinamento, autor dos livros “Aprenda para Não Esquecer” e “Vendendo até em Pensamento”.

Deixe um Comentário