Sucesso em Vendas

Profissionais de vendas capazes de gerar resultados extraordinários estão a cada dia mais assediados por empresários e corporações.

Sucesso em Vendas é a consagração de vendedores que se tornaram bilionários.

Sem exceção, todos desta lista utilizaram da habilidade em vendas para serem bem sucedidos e fazer fortuna, provando que o sucesso em vendas é possível.

VOCÊ JÁ IMAGINOU QUE VENDEDORES PUDESSEM SE TORNAR BILIONÁRIOS?

JÁ PENSOU NO QUE VOCÊ FARIA SE TIVESSE NA CONTA UM BILHÃO DE REAIS?

 

Tantas vezes pensamos que é extremamente necessário ter dinheiro para fazer dinheiro; na maioria das vezes, o principal fator que nos impede de começar algo está na descrença.

O que talvez você não saiba, é que muitas pessoas pessoas começaram onde você está hoje, a maioria delas num estado até pior do que o seu.

VAMOS CONHECER AS HISTÓRIAS QUE MAIS PARECEM FILMES  E CONHECER AS PESSOAS QUE NÃO SE DESMOTIVARAM POR SUAS DIFICULDADES.

 

Hoje eu quero apresentar para você um dos tópico que adoro abordar em minhas palestras de vendas e motivação, uma lista com 5 bilionários que vieram de origens humildes. 

Ah!! e um detalhe importante, todos começaram vendendo algo, confira.

Em quinto lugar: SAMUEL KLEIN

Habilidade em Vendas, permitiu a construção de um império

Samuel Klein Fundador das Casas Bahia

Vendedor de roupas de cama, mesa e banho.

O quinto lugar dessa lista não passou somente por dificuldades financeiras, ele sobreviveu a um dos piores momentos da história: o holocausto.  Levado para um campo de concentração pelos nazistas conseguiu sobreviver e veio morar em São Caetano do Sul na grande São Paulo.

Usando uma charrete ele começou as vendas de porta em porta, e bastou cinco anos para comprar a primeira loja das Casas Bahia, que curiosamente ganhou esse nome por causa dos clientes, em sua maioria retirantes baianos.

A visão de Samuel Klein foi vender a uma parcela que era ignorada pela concorrência, as classes C e D desejavam consumir mas não poderiam pagar o valor integral dos produtos, foi então que nasceu o diferencial das Casas Bahia o pagamento em parcelas. “Confiança e dedicação total a você”. Isso deu tão certo que as Casas Bahia se tornaram a maior em seu segmento e Samuel Klein foi um dos homens mais importantes do Brasil.

Em quarto lugar:

John Paul Dejoria

VOCÊ PODE IMAGINAR UM CATADOR DE LATAS SE TORNANDO BILIONÁRIO?

Fundador da Paul Mitchell Systems

John Paul Dejoria

Essa é a incrível historia de John Paul Dejoria que ainda na infância passou por diversas dificuldades, sendo enviado para um orfanto quando sua mãe não pode mais lhe sustentar.

Emprestou setecentos dólares para montar a Paul Mitchell Systems, vivendo num carro com seu filho de dois anos de idade, ele vendia o seu shampoo de porta em porta.

O fundador da Paul Micthell vendia seus shampoos de porta em porta, e no começo da empresa vivia em um carro com o seu filho de dois anos

Linha de Shampoo Paul Mitchell

John Paul consegui não só deixar de ser catator de latas, como transformar os setecentos dólares em uma empresa que fatura atualmente 1 bilhão de dólares por ano.

Ahh! Hoje ele também possui 70% da The Patrón Spirits Company, uma empresa de Tequila, que em 2011, vendeu aproximadamente 2.450.000 caixas. Além da participação em  outros empreendimentos, por isso é dele o nosso quarto lugar.

Em terceiro lugar da lista dos bilionários:

Ralph Lauren

Vendedor de Gravatas, fez sucesso e fama com seu talento

O lançamento da camisa Pólo foi um sucesso mundial de vendas

Nosso terceiro colocado também é um vendedor, Ralph Lauren começou muito jovem vendendo gravatas.

Além da dificuldade financeira ele ainda sofria com o sobrenome que não é o que conhecemos hoje, mas sim Lifshit, por parecer um palavrão em inglês, quando adulto Ralph fez questão de mudar, apesar disso, ele vendia suas gravatas para os colegas na escola, o que voltou a fazer anos mais tarde depois de servir ao exército.

A visão de Ralph Lauren foi perceber a necessidade de seu público alvo, os homens de negócios que compravam suas gravatas quase sempre estavam ansiosos por novidades e exclusividade, ele viu aí uma oportunidade e lançou a própria linha de gravatas que acabou virando um sucesso.

Um ano depois ele criou a primeira linha completa de moda masculina e anos mais tarde a famosa camisa polo que se tornaria um ícone da marca.

 

Em segundo lugar:

Jan Koum

As dificuldades muitas vezes nos impedem de seguir em frente, você tem problemas, empecilhos e contratempos, dificuldades profissionais e pessoais, há também quem não tome a iniciativa por julgar não ter conhecimentos suficientes.

Jan Koum teve diversas dificuldades, o que não impediu de se tornar um dos homens mais ricos do mundo. Judeu, nascido na periferia de Kiev, Ucrânia, além de não ter água quente em casa, a sua mãe tinha medo de usar o telefone por conta de várias ações antissemitas da polícia secreta na época, temia que suas ligações fossem vasculhadas.

Fugindo das tensões políticas da Ucrânia Soviéica, Jan e sua mãe foram para os EUA, sua mãe trabalhava de babá e ele limpava o chão de um supermercado, nesse meio tempo ainda no ensino médio, Jan começou a comprar livros usados de programação e aprendeu sozinho a engenharia de sistemas, depois de aprender o que precisava ele devolvia os livros para pegar o dineiro de volta e adquirir outros.

Seu pai adoeceu e acabou falecendo, a família dependia dos vales refeições que o governo fornecia. Três anos depois a sua mãe vítima de cancer também faleceu.

Mas foi graças ao conhecimento aprendido através dos livros usados que Jan conheceu pessoas importantes que o ajudaram entrar na faculdade e mais tarde na Ernst & Young, um de seus primeiros clientes na Ernst, viu o potencial de Jan e lhe ofereceu um emprego, e por nove anos Jan trabalhou na Yahoo!

Jan tentou ainda trabalhar no facebook e no twitter, mas foi rejeitado.

Ele usou o dinheiro que havia poupado durante os anos na Yahoo para montar um projeto de mensagens instantaneas que denominou WhatsApp, devido a sua infancia, Jan fez questão de instaurar o princípio de privacidade no aplicativo, sendo assim a unica informação que o usuário precisa inserir é o número do celular.

Vender uma idéia nem sempre é fácil, mas Jan Koum concretizou a sua ideia e a transformou num aplicativo que oferece um serviço mundial, e que fez o facebook pagar 22 bilhões de dólares

Fundador do WhatsApp

Em 2014 o Facebook adquiriu por 22 bilhões de dólares o aplicativo de Jan Koum, a cerimonia foi feita no mesmo lugar em que Jan ficava durante horas esperando com a sua mãe pelos vales refeições nos momentos de crise, fechando de forma fantástica esse ciclo da vida dele.

Mesmo Jan Koum tendo sido rejeitado pelo Facebook e Twitter, mesmo eles não tendo acreditado no potencial dele, Jan acreditou em si mesmo e investiu seu dinheiro em uma ideia, porque tinha confiaça, quantas vezes deixamos de apostar em grandes ideias por insegurança? Grande exemplo a ser seguido.

E em primeiro Lugar na lista dos bilionários:

SILVIO SANTOS

Antes de se alistar no Exército Brasileiro, Silvio Santos era vendedor de capas plásticas para documentos.

Silvio Santos serviu o Exército Brasileiro

É impossível sendo brasileiro, falar de histórias de sucesso, sem mencionar Silvio Santos, de camelô a bilionário. Silvio é um exemplo para qualquer vendedor e para qualquer pessoa que tem um objetivo.

Silvio ganhava dinheiro  nas ruas vendendo capinhas plásticas para documentos.

Sua boa voz o levou ao rádio, ele foi chamado para um teste na rádio Guanabara, passou em primeiro lugar superando Chico Anysio, mas como ganhava mais dinheiro como vendedor abandonou a profissão de radialista.

Fez carreira militar, nos dias de folga trabalhava como locutor numa rádio de Niteroi.

Silvio Santos um empreendedor, um gênio dos negócios e do entretenimento

Arquivo SBT Programa do Baú da Felicidade

Silvio precisava pegar a barca todos os dias e surgiu então a ideia de ganhar algum dinheiro nesse meio tempo, montou alguns alto falantes e anunciava propagandas entre uma musica e outra, com o tempo veio a ideia de montar um bar e um bingo também.

Outra ideia do Silvio foi uma revista chamada “Brincadeiras para Você” com charadas, palavras cruzadas entre outras coisas, ele vendia em comercios da região.

Mas o que tornou Silvio Santos bilionário foram as VENDAS!

O Baú da felicidade, começou com o amigo Manoel da Nobrega, que através de um carnê, as pessoas pagavam mensalidades e no final do ano recebiam uma caixa de brinquedos na época do Natal.

O programa Silvio Santos ainda adota o mesmo perfil de programa de quando Silvio Santos começou sua carreira, a descontração e o entretenimento é uma via que divulgação e promoção dos negócios do apresentador.

Programa Silvio Santos

Nóbrega queria a ajuda de Silvio para fechar o empreendimento, mas foi aí que Silvio assumui o negócio e o expandiu montando várias lojas, onde quem quitava os carnês poderia trocar não só por brinquedos mas por eletrodomesticos entre outros utensílios, mais tarde surgiu o programa do Silvio Santos onde ele começou a fazer a propaganda do negócio, partir daís surgiram inúmeros empreendimentos, SBT, TeleSena, Hotel, Banco (que já não existe mais), Indústria de perfumes…e o resto da história voce já sabe.

Conclusão

Podemos perceber a importancia das vendas e da motivação na vida dessas 5 pessoas que tiveram origens humildes, não seria possível uma venda de 22 bilhões de dólares se Jan não estivesse motivado a buscar seu objetivo.

Senor Abravanel não seria Silvio Santos se ele se envergonhasse de sua profissão de vendedor, certamente nunca ouviríamos a voz tão marcante de Silvio se ele tivesse desistido nas primeiras vezes que ouviu um “não” dos clientes.

John Paul Dejoria também não tinha dinheiro para começar o seu negócio, tinha um filho pequeno, morava em um carro e todas essas dificuldades não o impediram de fazer um shampoo, vender de porta em porta e se tornar um dos homens mais ricos do mundo.

E Samuel Klein?  Como se diz hoje na internet, esse pensou fora da caixa, enquanto a maioria almejava os clientes da classe A , ele seguiu contra a corrente e fez sucesso “realizando os sonhos de seus clientes”.

Todos esses bilionários superaram obstáculos talvez até muito parecidos com os SEUS obstáculos.

Não se intimidaram pelas dificuldades, não se preocuparam se tinham pouco dinheiro ou problemas pessoais, não se deixaram abater pelos NÃOS recebidos da vida.

Que essa lista não seja apenas uma curiosidade para você, mas que lhe faça refletir.

E você, o que lhe impede de vencer também?

 

 

 

Sobre o Autor Luvizzotti

Palestrante de Vendas, autor e treinador especialista em otimização de resultados de vendas há 17 anos. Com mais de 250.000 participantes, centenas de empresas em mais de mil eventos realizados. Autor de diversos DVDs de treinamento, autor dos livros "Aprenda para Não Esquecer" e "Vendendo até em Pensamento".

Deixe um Comentário